Por Matheus de Quadros

O Senado aprovou, nesta última quinta-feira (05/08), o texto-base do projeto de lei que tem por objetivo incentivar a regularização de dívidas tributárias das empresas. Batizado de “Refis da Covid”, o texto segue para análise da Câmara dos Deputados.

O projeto reabre o prazo para adesão ao Programa Especial de Regularização Tributária (PERT), lançado em 2017 e popularmente chamado de Refis, com novas regras, permitindo o parcelamento dos débitos em até 144 meses (12 anos) para alguns casos.

Ainda, prevê o perdão de até 90% em multas e juros e de 100% nos encargos para dívidas contraídas até um mês antes da aprovação do programa. Pela proposta, os interessados terão até 30 de setembro deste ano para promover a adesão.

Esse Refis não se aplica a micro e pequenas empresas que já tenham sido contemplados em outro projeto de lei.

O parecer ainda estabelece que empresas e pessoas físicas que aderirem ao plano poderão utilizar precatórios federais próprios ou de terceiros para amortizar o saldo remanescente.

A CASSULI ADVOCACIA E CONSULTORIA continuará acompanhando as notícias acerca do tema, compartilhando as informações de maior relevância a seus stakeholders.

Últimos Insights



A FLEXIBILIZAÇÃO DO VALE-REFEIÇÃO E OS REFLEXOS PARA AS EMPRESAS NO ÂMBITO DO PAT

Por Adilson Luís Bornhausen Em 10 de novembro o Executivo Federal editou o Decreto nº 10.854 que altera uma série de normas trabalhistas, dentre elas, com o intuito de...

Continue lendo

AS “DIRETIVAS ANTECIPADAS DE VONTADE” E O PLANEJAMENTO SUCESSÓRIO

Por Francieli da Silva Vasconcelos e Elisangela Bitencourt Nos últimos anos o termo “Diretivas Antecipadas de Vontade” (ou simplesmente “DAV”) tem sido objeto de...

Continue lendo

STF CONSIDERA INCONSTITUCIONAL ICMS COM ALÍQUOTA MAIOR PARA ENERGIA ELÉTRICA E TELECOMUNICAÇÕES

Por André Hinterholz e Rafael Figura O Plenário  do STF concluiu no dia 22 de novembro o julgamento virtual do RE nº 714.139/SC, em que, por oito votos a três,...

Continue lendo