Por Matheus Quadros

No Recurso Extraordinário n.º 714.139/SC (TEMA 745), questiona-se a constitucionalidade do artigo 19, inciso I, alínea “a”, da Lei Estadual de Santa Catarina, que prevê a alíquota de 25% relativa ao ICMS incidente sobre o fornecimento de energia elétrica e sobre os serviços de telecomunicação (telefonia e internet).

Após parecer favorável da PGR, o Relator, Min. Marco Aurélio, sugeriu a fixação da seguinte tese: “Adotada, pelo legislador estadual, a técnica da seletividade em relação ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS, discrepam do figurino constitucional alíquotas sobre as operações de energia elétrica e serviços de telecomunicação em patamar superior ao das operações em geral, considerada a essencialidade dos bens e serviços”.

Essa posição está sendo acompanhada pelos Ministros Dias Toffoli e Carmén Lucia, tendo o julgamento sido suspenso em decorrência do pedido de vista do Ministro Gilmar Mendes.

Os votos trazem interessante perspectiva para os contribuintes, vez que importa em diminuição significativa da carga tributária incidente sobre o consumo de energia elétrica e serviços de telecomunicação.

A Cassuli Advocacia e Consultoria continuará acompanhando as notícias e decisões acerca do tema, compartilhando as informações de maior relevância a seus stakeholders.

Últimos Insights



A IMPORTÂNCIA DA APROVAÇÃO ANUAL DE CONTAS PARA SOCIEDADES EMPRESÁRIAS

Por Isadora Erbs. As sociedades empresárias, por força de lei, são obrigadas a realizar a assembleia dos sócios (art. 1.078 do Código Civil) ou assembleia geral...

Continue lendo

FGTS DIGITAL – ENTENDA AS MUDANÇAS

Por Graziele Cristina Pedro. A implementação do FGTS Digital representa mais um avanço significativo na modernização dos serviços públicos no Brasil. Com a crescente...

Continue lendo

COMPLIANCE AMBIENTAL E ESG: PILARES FUNDAMENTAIS PARA OS NOVOS NEGÓCIOS

Por Rubens Vaz Junior. No cenário empresarial atual, a sustentabilidade e a responsabilidade ambiental emergiram como fatores essenciais para o sucesso a longo prazo das...

Continue lendo