Por: Elisangela Bitencourt

Ao longo da vida pessoal ou organizacional, chega um momento que todos nós deveríamos pensar na sucessão patrimonial dos bens de forma planejada e estruturada a fim de assegurar a proteção do patrimônio adquirido ao longo de anos e anos de trabalho.

Para isso existem mecanismos de proteção que evitam a dispersão e a dilapidação patrimonial conquistada. Um deles é o Planejamento Sucessório.

Esse planejamento serve para avaliar e indicar qual será o melhor caminho, a melhor alternativa para a organização do patrimônio, seja com a lavratura de um Testamento, ou mesmo com a acomodação dos bens em sociedade destinada a esse fim.

Assim, o Planejamento Sucessório é um instrumento jurídico que serve para a organizar a sucessão (em vida), com o objetivo de evitar conflitos familiares futuros, possibilitar a profissionalização na gestão da administração dos bens pessoais e empresariais e estabelecer medidas que dificultem a sua dilapidação.

Ao adotar tais medidas há, ainda, uma considerável redução de gastos com inventário, menor impacto tributário, economia de tempo e, o mais relevante, a preparação dos sucessores para a condução e continuidade dos negócios iniciados pela família.

Buscar uma assessoria competente e dedicada para a modelagem da solução de proteção e preservação patrimonial customizada deve ser o caminho adequado para quem estiver nessa fase da vida.

A Cassuli Negócios Corporativos possui uma equipe totalmente dedicada e com expertise necessária ao processo de modelagem da solução de proteção e preservação patrimonial mais adequada, consideradas as especificidades pessoais e patrimoniais de cada família ou sociedade.

Últimos Insights



CONTRATO, ESCRITURA E REGISTROS IMOBILIÁRIOS: UM BREVE PANORAMA

Por Luciana Rubini Tambosi. No universo do mercado imobiliário, a compra e venda de imóveis é uma transação complexa que requer a observância de diversos aspectos...

Continue lendo

ANTEPROJETO DO NOVO CÓDIGO CIVIL EXCLUI CÔNJUGE DO ROL DE HERDEIROS NECESSÁRIOS

Por Amanda Fernandes Hinterholz Foi apresentado ao Senado Federal o Anteprojeto de Reforma do Código Civil contendo todas as alterações propostas pela comissão de...

Continue lendo

EM DECISÃO LIMINAR E COM EFEITOS IMEDIATOS O STF SUSPENDE DESONERAÇÃO DA FOLHA

Por Micaela Day da Silva. No último dia 25, o Supremo Tribunal Federal (STF), atendendo a pedido do Governo Federal na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº...

Continue lendo